Casas da Mulher Carioca oferece cursos gratuitos

Pensando na autonomia financeira e na inserção no mercado de trabalho, as Casas da Mulher Carioca Tia Doca, em Madureira, e Dinah Coutinho, em Realengo, estão com as inscrições abertas para diversos cursos. A iniciativa é voltada para mulheres a partir de 16 anos. As inscrições vão até o dia 07 de fevereiro e podem ser feitas nas próprias unidades. É necessário apresentar o comprovante de residência, o documento de identidade e um telefone para contato. As aulas terão início na segunda quinzena de fevereiro.

“Acreditamos que com a qualificação profissional, as mulheres têm a chance de conquistar a sua independência financeira e social. Os cursos possibilitam a inserção no mercado de trabalho, a geração de renda e a promoção de autonomia. Por isso, fico muito feliz de ver a abertura das inscrições para os cursos oferecidos pelas Casas da Mulher Carioca, que são espaços de promoção de direitos e prevenção à violência”, comentou o secretário Pedro Fernandes.

São 30 vagas por curso oferecido: Informática (básica e intermediária), reparos para o lar (noções básicas de hidráulica, elétrica, construção e marcenaria), decoração com balões, design de sobrancelhas, decoração de unhas (agrigel, cutilação, etc), tranças, corte e penteados, customização de roupas e acessórios, turbantes, entre outros.

Ao longo de 2018, as duas Casas da Mulher vão oferecer formação voltada para o empreendedorismo e administração de pequenos negócios. “Uma amiga me apresentou a Casa da Mulher e eu comecei a participar das atividades dois meses depois da abertura da unidade. Já fiz curso de feltro, reparo para o lar e agora participo das oficinas para o Carnaval, como a de adereços e estandarte, como preparação para o nosso bloco, que sai no dia 2 de fevereiro, no Parque de Madureira. Fui uma das primeiras a realizar a inscrição para o de customização. As atividades daqui são muito importantes, porque se eu não estivesse aqui, eu estaria dormindo, em depressão. Virou a minha segunda casa”, disse Creuza Maria da Silva, de 60 anos, moradora de Oswaldo Cruz.

Casas da Mulher Carioca

A Subsecretaria de Políticas para a Mulher, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, coordena as Casas da Mulher Carioca Tia Doca e Dinah Coutinho, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e oferecem atendimento jurídico, psicológico, psicopedagógico e serviço social, além de cursos e oficinas de qualificação profissional ou geração de renda. O foco das unidades não é o atendimento à mulher vítima de violência, mas, caso apareça algum caso nesse sentido, a equipe técnica da Casa da Mulher acolhe e atende a vítima e a encaminha para o Centro Especializado de Atendimento à Mulher Chiquinha Gonzaga (CEAM), também da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

Casa da Mulher Carioca Tia Doca: Rua Julio Fragoso, 47, Madureira. Telefone para informações é o 2452-2217. Casa da Mulher Dinah Coutinho: Rua Limites, 1349, Realengo. Número para dúvidas é o 3464-1870.

D.O Rio (25/01/2018)

Print Friendly, PDF & Email

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow