Cidade Nova: vereadora pede agilidade na documentação para os desabrigados

ddcn7A vereadora Tânia Bastos, o subprefeito do Centro, Tiago Barcellos, o presidente da Associação de Moradores e Amigos da Cidade Nova, Carlos Eduardo Alcântara, estiveram nesta quarta-feira (3/11), na Rua Laura de Araújo, Cidade Nova, onde o prédio de três andares desabou, no último sábado (30/10).

ddcn1A parlamentar participou da reunião com o deputado estadual eleito, Alexandre Correa (PRB/RJ), Vicenildo Medeiros, líder do PRB Comunitário, representantes da Associação de Moradores e com o pastor Manuel Ribeiro, da Igreja Assembléia de Deus, para organizar as doações e providenciar a documentação que as vítimas vão precisar para aderir ao programa Minha Casa, Minha Vida. “Meu gabinete acionou a Fundação Leão XVII e, nesta sexta-feira (5/11), a instituição virá ao local para emitir novos documentos para essas pessoas”, disse Tânia

ddcn2Segundo o subprefeito, as 36 famílias desabrigadas vão ocupar as casas, que fazem parte do projeto do governo federal, situadas na rua Cesário de Melo, em Campo Grande.  As novas moradias, com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, custarão R$ 50 por mês, durante dez anos. Inicialmente foram 33 famílias escritas, mas outras três receberam o direito, pois estavam em enterros e hospitais. Apenas uma família optou por uma unidade na estrada do Caboclo, também na zona oeste. A moradia é mais afastada do centro da cidade, mas já está quitada.

De acordo com a Prefeitura, a Defesa Civil fez um detalhamento do local e aproximadamente mais dez famílias estão em situação de risco. O tratamento para elas será o mesmo oferecido para as outras 36.

Você também pode ajudar doando leite em pó, água e roupas. É só entregar n sua doação na Igreja Assembléia de Deus, na Rua Santa Maria, nº 30, na Cidade Nova. A referência é a rua do Jornal Lance.

Veja também a galeria de fotos

Print Friendly, PDF & Email

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow